Projetos em Infraestrutura

CC/Kenneth Lu

Mais investimentos em infraestrutura à vista!

Noticiamos no início do ano que haveria investimentos em infraestrutura de forma diversificada no Brasil e que investidores estrangeiros tem o Brasil em alta conta para virem investir também. Temos mais boas notícias! O governo, através do BNDES acaba de aprovar uma linha de crédito para infraestrutura que abre as portas para projetos da iniciativa privada.

Segundo divulgação do Banco, “a ausência de bons projetos representa um gargalo para o investimento em infraestrutura e, em muitos casos, esta escassez está relacionada a restrições técnicas e financeiras do setor público na preparação dos estudos necessários para licitar as PPPs (iniciativas público-privadas) e concessões.”. Nada mais natural que proporcionar ao mercado a produção de projetos, pois os players do segmento sabem muito bem onde estão as questões cruciais do país.

Essa é uma oportunidade de ouro para que o próprio setor possa propor soluções para alavancar a competitividade do Brasil. Entre os itens a serem apoiados, como divulgado, estão recursos humanos (pesquisadores, especialistas e consultores); aquisição de softwares, bancos de dados e contratação de serviços ou equipamentos especializados.

Entenda

A linha funcionará da seguinte maneira: o governo (União, Estado ou Município) realiza uma chamada pública para selecionar uma consultoria para elaborar propostas de estudos técnicos para um determinado projeto de infraestrutura. O governo então seleciona e autoriza o vencedor (uma única empresa ou um consórcio de consultorias) para o desenvolvimento dos estudos técnicos. De posse dessa autorização, a empresa ou o consórcio autorizado poderá submeter ao BNDES pedido de apoio financeiro.

A ideia é facilitar o desenvolvimento em 2 vias: o BNDES Pró-Estruturação de Projetos pode financiar a elaboração tanto de projetos de parcerias público-privadas (PPPs) quanto de concessões no setor de infraestrutura, com isso viabilizar outros investimentos para execução dos projetos, aumentar a qualidade e garantir a eficiência do que vier a ser realizado, misto, público ou privado.

A Uniforte avalia que esta é uma medida que pode garantir mais eficiência, com projetos mais bem elaborados, maior abertura e um ambiente em que as intenções são a de fazer os melhores projetos possíveis para fomentar um cenário competitivo e de alto desempenho no país.

Salientamos que nosso papel, além de desejar que o país acelere novamente é participar com soluções e utilizar todas as possibilidades para fiscalizar e controlar o que nosso governo faz, atuando como agentes de transformação.

Fique atento!

Com orçamento inicial de R$ 200 milhões, a linha será destinada a empresas de consultoria especializadas em infraestrutura. A nova linha apoiará o desenvolvimento de estudos técnicos destinados à preparação de projetos de concessão ou de PPPs da União, Estados e Municípios, a serem licitados posteriormente.

É hora de arregaçar as mangas, acionar nosso networking e participar da mudança que queremos no setor! Que nos preparemos e que venham as chamadas públicas!

Fonte: Divulgação BNDES