Em tempos de recessão, fatores externos de ameaça podem ter consequências catastróficas para os negócios complexos. Temos um país com grande abismo social que causa violência em várias frentes diferentes e o roubo de cargas tem tomado dimensões homéricas.

roubo-cargaO empresário precisa estar atento a vários fatores de ameaça no dia-a-dia de seus negócios. Empresas cuja logística compreende os estados do Rio de Janeiro e São Paulo devem ter uma preocupação a mais.

Aumento do roubo de carga

Responsáveis por quase 90% de todo o transporte do Brasil, estes estados tem níveis alarmantes de assaltos a cargas. Especialmente o Rio de Janeiro, que passa por uma profunda crise em todo o setor de segurança.

As taxas cobradas pelas operadoras subiram tanto para as empresas que atuam no estado que tem sido frequente assumir o risco internamente. A média divulgada na imprensa resume-se a um aumento de 30% no valor das apólices, mas há casos em que o valor pode dobrar.

Isso significa que os responsáveis pela contratação de seguros nas empresas tem de lidar com gerenciamento de riscos mais agressivos, franquias bem mais altas e até recusas de aceitação.

A solução

Mais uma vez, é importante ter um parceiro atuante com solidez em Seguros, capacidade de negociação ampla com as operadoras. É exatamente neste ponto crítico que a Uniforte Seguros pode trazer grande impacto positivo no seu negócio.

Deseja verificar se é possível delegar essa negociação e ter mais tranquilidade para o transporte? Não hesite, contate a equipe de especialistas da Uniforte Seguros! Conte conosco.

Outra atitude importante é observar todas as orientações que a Polícia Rodoviária Federal sempre passa, evitando os horários mais perigosos e instruindo os transportadores a não reagir para que nosso capital humano seja sempre valorizado.

Fonte:
Revista Exame – https://exame.abril.com.br/blog/primeiro-lugar/com-crise-de-seguranca-no-rio-seguros-de-cargas-disparam/#

Gostaria de verificar como posso economizar e proteger meu patrimônio ou da minha empresa.